23
Abr 08

É um método de auto-conhecimento que oferece equilíbrio entre corpo e espírito, yoga significa também união. Viagem para dentro de nós.

O Yoga terá nascido na Índia há mais de cinco mil anos. Os seus ensinamentos viajaram milénios, mas hoje a prática obedece ainda aos mesmos princípios. Filosofia de vida que busca o aperfeiçoamento humano e prática que procura o equilíbrio harmonioso entre corpo e espírito, o yoga é a disciplina da mente, das emoções e da vontade. É, para os seus seguidores, uma forma de liberdade. Uma via para o auto-conhecimento. A fórmula para atingir estes objectivos é tão simples que provoca inquietação: deixar de concentrar todas as atenções na mente, a causa dos nossos maiores desequilíbrios.
Yoga também significa união. Com a divindade, consigo próprio, com o universo, pouco importa que nome se dá à transcedência, o que conta é o desejo de união. Na gravidez, tudo isto faz ainda mais sentido. A viagem para o interior de si que os defensores do yoga tanto apregoam ganha contornos de necessidade, de prática saudável e de método de comunicação pré-natal. O desenvolvimento da «consciência corporal» - outra das imagens comuns no yoga - ganha realismo, sentido. O desejo de união instala-se com mais força e cresce de dia para dia, reforçando os laços entre mãe e filho. Em suma, o yoga volta a grávida para si própria e para o seu bebé. Ensina-a a focar-se no seu corpo em transformação e a gerir as suas emoções ao longo da gestação. Seja qual for o seu nível de preparação física e mental, o relaxamento profundo proporcionado pela prática do yoga transmite à grávida uma sensação de calma interior e harmonia com o meio envolvente. Haverá algo melhor para sentir durante a gravidez?

 

Quando correctamente praticado, o yoga educa o corpo no sentido de conviver harmoniosamente com a força da gravidade. Transmite-lhe leveza. O trio milagroso é composto por uma série de posturas, às quais se dá o nome de ásanas, exercícios respiratórios, pranayama, e meditação, a chave do repouso profundo. À grávida propõe-se que aprenda a descarregar as tensões e a rigidez acumuladas nos músculos e articulações. Sem esforço, sem recorrer a nenhum tipo de sobrecarga, apenas com a ajuda da respiração.

No Primeiro Trimestre a decisão de praticar é algo que deve ser feito com muita cautela, incluindo a orientação de seu professor e também de seu médico. Principalmente se já sofreu algum aborto ou se estão presentes factores de risco.

 

O yoga ajuda a futura mãe a ultrapassar as transformações provocadas pela gravidez desde o início, proporcionando maior percepção de si mesma e da presença do filho dentro do seu corpo. Em silêncio, invadida por uma paz inebriante, a grávida descobre que consegue comunicar com o seu bebé e que a ligação que os une é tão forte que nada será como antes.

 

Qualquer forma de exercício físico praticado durante a gravidez deve ser tão leve quanto possível, de forma a não ultrapassar os limites do que é confortável para a grávida. O yoga não é excepção. As posturas a treinar devem ser as mais simples de todas e as que menos esforço exigem. No entanto, isto não significa que a grávida tenha de ficar sempre em posição de meditação, sem se mexer. Partindo do pressuposto de que as posições praticadas ajudam a grávida a melhorar a sua postura, a andar com menos esforço, a sentar-se com as costas direitas e a distribuir o peso pelo corpo, o objectivo é adaptar a grávida às mudanças da gestação. Durante os exercícios, aprende a concentrar-se na respiração. Os suaves movimentos que ocorrem quando respira fundo e se liberta das tensões criam uma sensação de leveza e liberdade. Nestes momentos, mãe e filho estão intensamente unidos, isolados de todas as interferências.
A relação com a força da gravidade torna-se mais clara para a grávida, ela aprende a sentir-se mais leve. A coluna vertebral ganha flexibilidade e liberta-se da rigidez acumulada.
O yoga ensina às grávidas como obter conforto ao longo dos nove meses de gravidez. Um sentimento que não é apenas físico. O objectivo não é criar uma barreira contra o mundo exterior, mas aprender a não deixar que a impressão digital desse mundo, que se sente todos os dias na pele, nos músculos, nas articulações, condicione a nossa paz interior. É isto que o yoga oferece à grávida:

  • Mais tempo para si e para o seu bebé
  • A oportunidade de viver momentos de silêncio e de paz
  • A possibilidade de desenvolver a sua capacidade de concentração
  • Aprender a relaxar
  • Aprender a gostar mais de si própria

    Locais onde pode praticar yoga:

    - Turiya em Benfica

    - Barrigas & Bebés em Odivelas

    - Centro Pré e Pós Parto em Entrecampos

     

    São apenas alguns locais que eu tenho conhecimento, certamente que existiram mais.

    Se alguém souber mais e quiser divulgar pode deixar a informação nos comentários.

     

  • Publicado por Angel@ - BabyClub às 17:21

    3 comentários:
    :)
    estou grávida de 5 meses e tenho feito yoga aqui na Parede (Linha de Cascais) no centro cey http://www.yogacey.com/

    lá encontra-se yoga específico para grávidas e caso tenha incapacidades de horário a professora do yoga normal orienta a grávida numa aula normal para que não se esforce demasiado, não pressione a barriga, não use os abdominais...

    uma infinidade de coisas que eu não sabia que poderia fazer. Sei que também há uma escola em Cascais e outra em Carcavelos mas desconheço se têm yoga específico para grávidas.

    Mas o que a minha professora me diz é que a maioria das grávidas chegam a uma fase em que nem os exercícios mais simples aguentam, devido a estarem a passar por uma fase em que todo o corpo entra em relaxamento...

    eu noto que me faltam as forças nos braços e nas pernas durante algumas posições (braços no ar, por exemplo)


    por isso e por outras razões a grávida deve fazer yoga o mais frequentemente possível enquanto ainda lhe é fisicamente possível, pois além de facilitar o parto, facilita toda a gravidez. Mas segundo me dizem, no final, só mesmo andar a pé... que se torna indispensável para se fugir de uma cesariana e de uma episiotomia


    :)
    Helena Moniz a 26 de Outubro de 2008 às 04:15

    Professora de Baby yoga e yoga mamã - Formada pela Birthlight . Disponível para aulas ao domicilio.
    cati a 29 de Novembro de 2010 às 11:12

    catisilva@geracaoyogis.com
    918028076

    O BabyClub

    selobaby

     selobaby2

    Estes são os selos do BabyClub, para colocares no teu blog, basta copiar o código que se encontra dentro da caixa.



    partilha


    Se quiseres partilhar
    - a tua experiência de parto
    - de amamentação
    - a tua história de infertilidade
    - mala para a maternidade
    - ou alguma coisa que te interesse (sobre este tema, bebés, gravidez, parto...)
    podes faze-lo, basta enviares um e-mail para: babyclubmail@sapo.pt com o teu testemunho e podes assim ajudar outras mães ou futuras mães.

    Todos os casos que me chegarem serão publicados e com a respectiva identidade.

    Publicidade
    Aproveita o desconto imediato de 10€ que a Vertbaudet tem para te oferecer carregando neste código

    Aproveita 5% de desconto para todas as encomendas com o código promocional na Eurekakids PT.

    Desconto de 15% em todos os produtos da marca BodySolid com o código , campanha válida até 31 de Maio de 2008.

    Pesquisar no BabyClub
     

    Abril 2008
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5

    6
    7
    8
    9
    11
    12

    13
    14
    15
    18
    19

    20
    21
    22
    24
    25

    28
    30


    blogs SAPO